Iniciativas feministas na área de tecnologia

Facebook
Twitter
LinkedIn

#feminismo #steminist #womenintech

Apenas 17% das vagas nas áreas de tecnologia são preenchidas por mulheres, uma das áreas com a maior disparidade entre gêneros no mundo. Mas por que isso acontece? Uma das respostas para esta questão é a separação rosa/azul das crianças nos primeiros anos de vida.

Brinquedos, roupas e oportunidades de trabalho ainda são classificadas por gênero, enquanto ela brinca de trocar a fralda da boneca, ele desmonta um aviãozinho da Nasa e assim temos os estereótipos criados. Os garotos são vistos como melhores em matemáticas e ciências e as garotas são encorajadas a estudar matérias humanas, assim os garotos consideram uma carreira em tecnologia ou ciências muito mais do que as garotas.

feministas na tecnologia

 

A bola de neve aumenta na vida adulta, com menos mulheres estudando áreas de tecnologia, menos mulheres estão em cargos de gerência em grandes empresas. Seguindo essa linha, de acordo com um estudo americano de Sociologia, recrutadores normalmente contratam baseados em similaridades culturais, ou seja, mesmos gostos, mesmos hobbies, como aquele time do coração. Quando passamos para a esfera profissional fica fácil entender um grupo de homens contratando mais homens e expandindo seu grupo de colegas de trabalho.

Dá para entender, mas não dá para aceitar. Por isso iniciativas para inserir mulheres na tecnologia são importantes e devem ser divulgadas. É hora de pensar nas gerações futuras e diminuir esse abismo entre os gêneros e fortalecer a igualdade, permitindo que meninos e meninas desenvolvam suas áreas de interesse desde cedo, sem a influência de estereótipos e cargas culturais machistas.

Iniciativas que aplaudimos:

 

Girls4Tech

http://girls4tech.eadbox.com/ng/student/courseshttp://girls4tech.eadbox.com/ng/student/courses//

é um curso online de programação, totalmente gratuito e feito por mulheres.

InfoPreta:
A empresa presta serviços tecnológicos como manutenção de computadores, suporte técnico, backup e formatação, higienização, desenvolvimento de sites e aplicativos, consultoria sobre tecnologia e inovação, entre outras atividades. A diferença é que todo o trabalho é feito por mulheres, principalmente negras, e participantes de minorias.

…………
Women Up Games
uma organização que promove a inclusão de mulheres no mundo dos games através de palestras, eventos corporativos, campeonatos femininos e eventos de desenvolvimento de games.

……
Pyladies
O grupo é internacional e tem o objetivo de atrair mulheres para a área de TI através da linguagem de programação Python. A organização conta com 23 representantes em diversas cidades brasileiras que ministram cursos gratuitos de Python desde o básico até conteúdo mais avançado.

……..
Minas Programam
Apesar das mulheres estarem cada vez mais presentes nas áreas de tecnologia, ciências, matemática e engenharia, esses ambientes ainda são muito masculinos. Em 2015, por exemplo, dos 330 ingressantes dos cursos de Computação da USP, apenas 38 eram mulheres.

……..
PrograMaria:

Realiza oficinas, eventos e cursos de formação técnica para mulheres que desejam iniciar no mundo da programação.

 

E você? O que tem feito na sua comunidade, escola, faculdade, grupo de trabalho para diminuir esse gap entre os gêneros, que não é exclusivo da área de tecnologia, mas que precisa ser erradicado de todas as áreas da sociedade? =)

Mais lidas

Categorias

Siga nosso Instagram

[instagram-feed num=6 cols=2 showfollow=false]
Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *