SHEBYTESME TECNOLOGIA

Share This Post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

O comportamento do ecommerce durante a Pandemia

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

A estimativa do aumento das vendas online são grandes, mas e durante a pandemia, o que podemos esperar?

Apesar do momento de crise provocado pelo Coronavírus, o ecommerce brasileiro teve um crescimento no 1° trimestre deste ano em todo o país, seguindo a trajetória de alta em comparação aos últimos anos. É o que mostra o relatório Neotrust 3° Edição, elaborado pela Compre&Confie.

Nesta fase da crise, as compras se concentrarem em itens básicos de saúde, higiene e alimentação e entretenimento como livros e assinaturas de serviços de streaming.

Produtos com valor mais alto, como produtos de tecnologia eletrônicas não estão no ranking, justamente devido ao cenário de incerteza mundial.

 

Como 52% dos consumidores estão tentando se ajustar ao distanciamento social, agora mais pessoas estão comprando on-line os produtos de diversas categorias. Portanto, não se trata apenas de um crescimento repentino de compras on-line, mas de mudanças na natureza dessa demanda.

Embora os tipos de mercadorias que as pessoas precisam possam mudar devido às circunstâncias, a necessidade de comprá-las em algum lugar permanecerá, e provavelmente veremos uma mudança geral nas compras on-line. Se uma empresa do varejo vende somente na loja física, provavelmente está tentando se adaptar ao novo cenário e atender seus clientes. Esta resposta das empresas determina a decisão de compra do público. Por vários meses, empresas que não tinham presença online passaram a ser essenciais e aumentaram suas vendas. Enquanto outras vão cair no esquecimento.

As grandes redes de farmácias estão dominando as pesquisas on-line – Ultrafarma (que teve o crescimento de tráfego de mais de 20% de Fevereiro a Março), Drogaraia, Drogasil e outras.

 

 

Tráfego de sites de ecommerce de Casa e Decoração: aumento de (+ 7%)

A crise do coronavírus trouxe um impulso grande para as empresas que possuem comércio eletrônico, ajudando a permanecer no mercado em meio às incertezas e até fortalecer suas marcas mesmo na economia instável.

As dificuldades econômicas vão passar, mas os comportamentos do consumidor permanecerão.

Portanto, mesmo que, a curto prazo, você acredite que investir em uma loja virtual seja desnecessário, lembre se que a longo prazo você pode dobrar o retorno sobre esse investimento. Se sua marca ainda não está na internet, ela praticamente ainda nem existe.

 

Conte com a gente para construir seu e-commerce e design gráfico.

Subscribe To Our Newsletter

Recent Comments

Get updates and learn from the best

More To Explore

123123

derewrwer Add Your Heading Text Here

test tags

List Item #2 List Item #3

Table of Contents

Do You Want To Boost Your Business?

drop us a line and keep in touch